Antimicrobianos Cefalexina


Espectro de ação

Streptococcus dos grupos A, B, C, G, Streptococcus pneumoniae, Streptococcus viridans, Staphylococcus aureus (MSSA), Escherichia coli, Klebsiella sp, Proteus mirabilis, Peptostreptococcus sp.

Dose em Adulto

250mg VO a cada 6 horas ou 500mg a cada 12 horas durante 7 a 14 dias.

Dose em Pediatria

> 1 ano a 14 anos: 25 a 50 mg/kg/dia VO em doses igualmente divididas durante 7 a 14 dias.
                               Infecções severas, 50 a 100 mg/kg/dia VO em doses igualmente divididas.
> 15 anos: 250mg VO a cada 6 horas ou 500mg a cada 12 horas durante 7 a 14 dias.
                  Infecções severas, até 4 g/dia dividido em 2 a 4 doses por 7 a 14 dias.

 

Efeitos Adversos mais frequentes

Gastrointestinais: diarreia.
 

Farmacologia

Classe terapêutica: Cefalosporina de 1ª geração.
Mecanismo de ação: Inibe a síntese da parede celular da bactéria. 
Biodisponibilidade: 90% (absorção retardada em crianças menores) 
Ligação às proteínas plasmáticas: 6-15%.
Metabolismo: minimamente metabolizada pelo fígado.
Eliminação (meia-vida): 0,5-1,2 horas.
Excreção: Urina (80-100% como droga inalterada).

Ajuste de dose

Comprometimento renal:
ClCr >60 mL/min: Não é necessário ajuste de dose.
ClCr 30 a 59 mL/min: Não é necessário ajuste de dose, desde que não ultrasse a dose máxima diária de 1g.
ClCr 15 a 29 mL/min: Recomenda-se 250mg a cada 8 ou 12 horas.
ClCr 5 a 14 mL/min: Recomenda-se 250mg a cada 24 horas.
 

Referência Bibliográfica

Medscape.
Micromedex.
Última atualização em 26/02/2019.