Antimicrobianos Fluconazol


Espectro de ação

Candida sp (C. glabrata muitas vezes é resistente e C. krusei é resistente), Cryptococcus neoformans e Coccidioides immitis.
 

Dose em Adulto

Candidemia: 800 mg (12 mg/kg) IV/VO seguido de 400 mg (6 mg/kg) IV/VO diariamente.
Candidíase esofágica: 200 mg VO/IV no primeiro dia, depois 100 mg uma vez por dia (máx, 400 mg/dia).
 

Dose em Pediatria

Candidemia (> 6 meses): 6 a 12 mg/kg/dia IV/VO.
Candidíase esofágica (> 6 meses): 6 mg/kg/dia VO/IV no primeiro dia, seguido de 3 mg/kg/dia (máximo 12 mg/kg/dia). 

Efeitos Adversos mais frequentes

Gastrointestinais: náusea, êmese.
Neurológicos: cefaleia.

 

Farmacologia

Classe terapêutica: Antifúngico triazólico.
Mecanismo de ação: Liga-se aos esteróis da membrana celular do fungo, alterando sua permeabilidade.
Biodisponibilidade: > 90% (VO).
Ligação à proteínas plasmáticas: 11-12%.
Metabolismo: Hepático (parcialmente). Inibidor enzimático CYP2C9 (potente) e CYP3A4 (moderado).
Eliminação (meia-vida): 30 horas (idosos 46 horas).
Excreção: Urina 80% (droga inalterada), 11% (metabólitos).

Ajuste de dose

Compromentimento renal: 
ClCr >50 mL/min: Não é necessário o ajuste de dose.
ClCr 10 a 50 mL/min: Utilizar reduzida em 50% da dose usual.

Hemodiálise: Utilizar a dose total/full (100 a 400mg) após a sessão de diálise e nos dias de NÃO diálise, utilizar dose reduzida em 50% da dose usual.

Referência Bibliográfica

Medscape.
Micromedex.
Sanford, 2015.
Última atualização em 26/02/2018.

Microorganismo relacionadas


Candida albicans

Síndromes relacionadas


Candidemia e Candidíase Invasiva
Infecção Sítio Cirúrgico