Antimicrobianos Gentamicina


Espectro de ação

Staphylococcus aureus (MSSA), Moraxella catarrhalis, Haemophilus inflenzae, Escherichia coli, Klebsiella sp., Escherichia coli/Klebsiella sp. ESBL, Enterobacter sp., Shigella sp., Serratia marcescens, Proteus vulgaris, Pseudomonas aeruginosa, Yersinia enterocolitica, Francisella tularensis.

Dose em Adulto

IV: 240 mg/dose a cada 24 horas.

Dose em Pediatria

-

Efeitos Adversos mais frequentes

Neurológico: bloqueio neuromuscular.
Ótico: ototoxicidade.
Renal: nefrotoxicidade.
Respiratório: paralisia do aparelho respiratório.
 

Farmacologia

Classe terapêutica: Aminoglicosídeo.
Mecanismo de ação: Interfere na síntese de proteínas.
Ligação à proteínas plasmáticas: <30%.
Metabolismo: renal.
Eliminação (meia-vida): 2-3 horas (função renal normal).
Excreção: Urina (70%) como droga inalterada em pacientes com função renal normal. 

Ajuste de dose

Comprometimento renal:
As recomendações para ajuste de doses estão baseadas em nas seguintes doses usuais: 1,7mg/Kg/dose a cada 8 horas ou 5-7mg/Kg/dose uma vez ao dia.

ClCr >50 mL/min: Não é necessário o ajuste de dose.
ClCr 10 - 50 mL/min: 1,7mg/Kg a cada 12 a 48 horas.
ClCr <10 mL/min:  1,7mg/Kg a cada 48 a 72 horas.

Hemodiálise: Utilizar dose de 3mg/Kg após diálise e monitorar o paciente. 

Referência Bibliográfica

Medscape.
Micromedex.
Sanford, 2015.
Última atualização em 26/02/2019.

Microorganismo relacionadas


Serratia sp

Síndromes relacionadas


Neutropenia Febril no Pronto Atendimento
Neutropenia Febril Hospitalizado
Infecção Sítio Cirúrgico